SC tem a maior cobertura vacinal do país na Campanha contra a Poliomielite, mas procura pelas doses ainda está abaixo do desejado

Após pouco mais de duas semanas do início da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite, Santa Catarina é o estado brasileiro com a maior cobertura vacinal do país. No entanto, mesmo com esse índice, a vacinação ainda deixa a desejar. Desde o início da Campanha, no dia 9 de agosto, até esta quinta-feira, 25, foram vacinadas 119.324 crianças entre um e quatro anos, de um total de 391.034, uma cobertura vacinal de apenas 30,51%, bem longe da meta, que é de 95%.

Atrás de Santa Catarina estão os estados de Minas Gerais, com cobertura vacinal de 29,85%; e Pernambuco, com 28,53%. Os dados são do Painel da Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite, do Ministério da Saúde, atualizados às 13h30, e podem ser consultados em tempo real, no link: https://infoms.saude.gov.br/extensions/Poliomielite_2022/Poliomielite_2022.html#

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina atribui o bom desempenho, ainda que com a cobertura longe do ideal, ao trabalho conjunto realizado entre estado e municípios na conscientização de pais e responsáveis da importância de manter a caderneta atualizada e também na criação de oportunidades de vacinação como, por exemplo, a ampliação dos horários de funcionamento das salas de vacinação; a abertura dos postos aos sábados; a não obrigatoriedade da apresentação do comprovante de residência para a vacinação; a verificação da situação vacinal da criança toda vez que for a uma unidade de saúde, mesmo que seja para realização de consultas ou outros procedimentos; e a utilização do ambiente escolar para a conscientização dos pais.

“Estamos à frente na cobertura vacinal, mas isso não quer dizer que estamos confortáveis com a situação. Ainda temos muitas crianças não vacinadas e precisamos alcançar, até o fim da Campanha, no dia 9 de setembro, ao menos 95% dessa população. Só com essa cobertura poderemos ter a certeza de que as crianças estarão protegidas da paralisia infantil", esclareceu o diretor da DIVE/SC, João Augusto Brancher Fuck.

Campanha “Quem ama, vacina!”

Começou a ser veiculada nesta quinta, 25, na TV, no rádio e nas mídias sociais, a Campanha “Quem ama, vacina!”, mais uma ferramenta utilizada para a conscientização dos pais sobre a importância da vacinação. A Campanha traz a mensagem de que vacinar é um ato de amor, afinal a vacinação pode evitar diversas doenças, hospitalizações e mortes.

“É com esse apelo que solicitamos aos pais que levem as suas crianças durante todo o mês de agosto e setembro para imunização, não somente para a pólio mas todas as outras vacinas do calendário. Só assim, conseguimos ter a segurança e a garantia na prevenção das doenças para as nossas crianças”, alerta o secretário adjunto, Alexandre Fagundes.

Campanha contra Poliomielite e de Multivacinação

A Campanha de Vacinação contra a Poliomielite acontece simultaneamente à Campanha de Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente até 14 anos. Na Campanha de Vacinação contra a Poliomielite, a indicação é vacinar, de forma indiscriminada, crianças de 1 ano a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) com a Vacina Oral Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP) do esquema básico.

Já na Campanha de Multivacinação são oferecidas para crianças e adolescentes menores de 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias) todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação. São 17 tipos que protegem contra mais de 20 doenças como, por exemplo, febre amarela, sarampo, meningite, caxumba, rubeóla, tétano, coqueluche. Nesta Campanha, as doses são recomendadas para todos aqueles que, por algum motivo, deixaram de tomar as vacinas ou estão com esquemas vacinais incompletos. Importante ressaltar que a cobertura vacinal desejada é de 95% para quase todas as vacinas, exceto para a do rotavírus e a BCG, que é de 90%.

(informações entre julho e outro de 2022)

Informações adicionais para a imprensa:
Amanda Mariano / Bruna Matos / Patrícia Pozzo
NUCOM - Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
www.dive.sc.gov.br
Instagram: @divesantacatarina
Facebook: /divesantacatarina

© 2022 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper