Dia Nacional de Combate ao Câncer alerta para a prevenção da doença

No Dia Nacional de Combate ao Câncer, 27 de novembro, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), faz um alerta: um terço das mortes registradas pela doença no mundo estão relacionadas a riscos comportamentais e alimentares. Por isso é fundamental adotar hábitos saudáveis para prevenir contra o câncer, uma das principais causas de morte no mundo. Em Santa Catarina, entre 1998 e 2018, foram registrados 128.738 óbitos pela doença.

Esses principais riscos são alto índice de massa corporal, baixo consumo de frutas e vegetais, sedentarismo, uso abusivo de álcool e tabaco, além dos fatores ocupacionais, exposição excessiva a radiação solar, hereditariedade e infecção por HPV ou hepatites, segundo dados do Ministério da Saúde.

“A alimentação precisa ser variada, equilibrada, composta por frutas, legumes, verduras e cereais integrais. Além disso, é importante praticar alguma atividade física e evitar a exposição solar entre 10h e 16h. Mudar os hábitos e ter mais qualidade de vida ajuda na prevenção ao câncer”, destaca Maria Teresa Agostini, diretora da DIVE/SC.

O diagnóstico precoce também é importante. Ele identifica o câncer em estágios iniciais e, segundo o Ministério da Saúde, é uma estratégia que possibilita terapias mais simples e efetivas. “É importante que a população e os profissionais de saúde reconheçam os sinais de alerta dos cânceres mais comuns. Com isso as chances de cura aumentam muito”, enfatiza Simone Meirelles Pacheco, enfermeira da DIVE/SC.

No ano passado, a doença foi responsável por 9,6 milhões de óbitos, o que significa que, uma em cada seis mortes do mundo estão relacionadas ao câncer, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os tipos mais incidentes foram pulmão, mama, intestino e próstata.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), para o biênio 2018-2019, estima-se a ocorrência de 600 mil casos novos de câncer no país, para cada ano. Para Santa Catarina, a estimativa é de aproximadamente 27.350 novos casos.

Assessoria de Comunicação
Amanda Mariano
Bruna Matos
Patrícia Pozzo
Contatos: (48) 3664.7406 / 7402 / 7385
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Topo