Saúde continua agenda com prefeitos para intensificação do combate ao mosquito Aedes aegypti em SC

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) continua, nesta quinta-feira, 23, a agenda de encontros com prefeitos para atualização das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, em Santa Catarina. Os encontros acontecerão em três municípios, do litoral e do norte catarinense, todos infestados pelo mosquito Aedes aegypti.

O objetivo é buscar o compromisso do gestor municipal e alertar para o aumento expressivo no número de focos e de municípios infestados nessa região. A comitiva contará com a presença do Secretário de Estado da Saúde, Dr. Vicente Caropreso, o superintendente de Vigilância em Saúde da SES/SC, Dr. Fábio Gaudenzi, e o diretor da Vigilância Epidemiológica (Dive), Eduardo Macário.

Os encontros iniciarão por Itapema, às 14h, e seguirão para Balneário Camboriú e Joinville, com previsão de término às 17h30.

O grupo esteve na região Oeste, na última quinta-feira, 16, onde realizou encontros com prefeitos de Dionísio Cerqueira, São Miguel do Oeste, Chapecó, Xanxerê e Xaxim – que também estão entre os 61 municípios considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti no estado.

Até o dia 11 de novembro deste ano, foram identificados 9.953 focos do mosquito Aedes aegypti em Santa Catarina, em 142 municípios. Esse volume é 53,2% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 6.498 focos foram identificados, em 133 municípios. Do total, 61 municípios são considerados infestados, 22% a mais do que o mesmo período de 2016, que registrou 50 municípios nessa condição. 


Topo