Dive/SC e Ministério da Saúde tratam do plano interfederativo para ampliar ações de prevenção e maior acesso ao diagnóstico da Aids

Na última sexta-feira, dia 8 de abril, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina recebeu visita do Diretor do Departamento DST, Aids e hepatites virais do Ministério da Saúde, Fábio Mesquita, e de  técnicos do Ministério da Saúde para tratar da cooperação interfederativa estabelecida no final do ano passado entre o Governo do Estado, Governo Federal e os 12 municípios catarinense considerados estratégicos para priorizar ações de prevenção e maior acesso ao diagnóstico de HIV/Aids. Na ocasião, a Dive/SC apresentou a agenda de trabalho elaborada pelo Estado por meio das câmaras técnicas de Vigilância, Prevenção e Assistência, e que deverá ser retomada nos próximos dias, bem como as ações já realizadas até o momento. Dentre as várias ações planejadas, será realizada uma reunião no início de maio, em Florianópolis, envolvendo representantes do Ministério da Saúde, da Dive/SC e dos municípios considerados estratégicos: Florianópolis, São José, Palhoça, Itajaí, Balneário Camboriú, Joinville, Blumenau, Brusque, Chapecó, Lages, Criciúma, Jaraguá do Sul.

Outro tema tratado no encontro foi o projeto QualiRede, que objetiva a qualificação da rede de cuidados em Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), HIV/aids e hepatites virais em regiões prioritárias dos estados de Santa Catarina e de São Paulo. A equipe técnica da Gerência de DST, Aids e hepatites virais da Dive/SC participará do encontro que será realizado no dia 26 de abril, em São Paulo, com a equipe de pesquisadores. “O objetivo é implementar uma metodologia de coleta e análise de dados nos municípios considerados estratégicos no Estado em relação às fases relacionadas ao cuidado prévio ao diagnóstico das doenças, ou seja, promoção e prevenção, e ao tratamento, verificando a adesão. O grande interesse é melhorar a gestão”, resume Dulce.

Na prática, questionários serão aplicados por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) para avaliar indicadores de estrutura e o processo da assistência aos serviços que acompanham pessoas em tratamento antirretroviral, os serviços da Atenção Básica, e outro para avaliar o grau de adesão dos pacientes ao tratamento. A partir dos dados objetivos serão realizadas oficinais de capacitação para qualificação da gestão das redes.

O projeto QualiRede é uma parceria entre o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, a Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês, o Departamento de Medicina Preventiva da Universidade de São Paulo (USP) e municípios prioritários dos estados de Santa Catarina e de São Paulo.

 

Saiba mais em

http://www.dive.sc.gov.br/index.php/arquivo-noticias/237-contra-a-aids-santa-catarina-participa-de-acordo-federativo-de-combate-a-doenca

 

Informações adicionais​ à imprensa​:
Letícia Wilson / Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406​ | 3664.7402
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Topo