Boletim Epidemiológico n° 09/2020 Situação epidemiológica de dengue, febre de chikungunya e zika vírus em Santa Catarina (Atualizado em 28/03/2020 – SE 13/2020)

 

Visualizar em PDF

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) divulga o boletim n° 09/2020 sobre a situação epidemiológica de dengue, febre de chikungunya e zika vírus, com dados até a Semana Epidemiológica (SE) n° 13 (29 de dezembro de 2019 a 28 de março de 2020).

>>Dengue

O boletim epidemiológico da DIVE utiliza as informações dos casos suspeitos notificados pelos municípios no Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN On-line). Esses dados estão disponíveis para os municípios, Secretarias Estaduais de Saúde e Ministério da Saúde. Diferente do Ministério da Saúde, que divulga os casos prováveis (todos os casos notificados, excluindo-se os descartados), a DIVE divulga os casos confirmados, suspeitos e descartados, por entender que dentre os casos prováveis, muitos estão aguardando resultados laboratoriais e investigação epidemiológica. A divulgação dos casos confirmados e descartados é feita após encerramento da investigação pelo município no SINAN On-line.

No período de 29 de dezembro de 2019 a 28 de março de 2020, foram notificados 2.316 casos de dengue em Santa Catarina. Desses, 691 (30%) foram confirmados, 48 (2%) inconclusivos (classificação utilizada no SINAN para os casos que, após 60 dias da data de notificação, ainda não tiveram sua investigação encerrada), 1.002 (43%) foram descartados por apresentarem resultado negativo para dengue e 575 (25%) estão sob investigação pelos municípios (Tabela 1).

Do total de casos confirmados até o momento, 503 casos são autóctones (transmissão dentro do estado) (Tabela 2), 120 casos são importados (transmissão fora do estado), 47 casos são indeterminados pois não foi possível definir o LPI e 21 casos estão em investigação de LPI.

 

 

Na comparação com o mesmo período de 2019, quando foram notificados 1.631 casos, observa-se um aumento de 42% na notificação de casos em 2020 (2.316 casos notificados), de acordo com o Gráfico 1. 

Em relação aos casos confirmados, em 2020, até o momento foram confirmados 691 casos no estado, sendo que no mesmo período em 2019 haviam sido confirmados 327 casos (Gráfico 2).

 

 

>> Febre de chikungunya

No período de 29 de dezembro de 2019 a 28 março de 2020, foram notificados 168 casos de febre de chikungunya em Santa Catarina. Desses, 113 (67%) foram descartados e 55 (33%) permanecem como suspeitos. Em 2020, até o momento, não foram confirmados casos no estado; no mesmo período, em 2019, havia sido confirmado nove (09) casos.

 

>> Zika vírus

No período de 29 de dezembro de 2019 a 28 de março de 2020 foram notificados 29 casos de zika vírus em Santa Catarina. Desses, 19 (66%) foram descartados e 10 (34%) permanecem como suspeitos.


Topo