Número de macacos mortos por febre amarela aumenta em SC

O informe epidemiológico semanal da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgado nesta terça-feira, 24, sobre a vigilância de febre amarela em Santa Catarina revela que já são 37 macacos mortos vítimas da doença no estado: (Blumenau (19), Gaspar, Indaial (3), Pomerode (4), Timbó, Jaraguá do Sul, Campo Alegre (3), São Bento do Sul (3), Luís Alves e Doutor Pedrinho). São 25 mortes de primatas a mais do que o relatório anterior, da semana passada. Outras 163 mortes de macacos aguardam resultado dos exames.

Já em relação aos humanos, o número permanece o mesmo: sete casos confirmados (Camboriú, Blumenau, Indaial, Pomerode (2), Jaraguá do Sul e São Bento do Sul).

Os dados revelam a importância da população se imunizar contra a febre amarela, uma doença grave. “Até o momento, a cobertura vacinal do estado está em 85%, embora seja heterogênea nos municípios. Muitos ainda não atingiram bons índices. O ideal é vacinar, ao menos, 95% da população dentro do público-alvo, que são todas as pessoas com mais de nove meses de idade” alerta João Fuck, gerente de zoonoses da SES.

Saiba mais aqui


Topo