Campanha de Vacinação contra o sarampo imuniza 168.989 catarinenses

A primeira fase da Campanha de Vacinação contra o sarampo, destinada a pessoas com idade entre 6 meses e 49 anos, terminou na última sexta-feira, 13. A campanha começou no dia 10 de fevereiro. Neste período, 521.891 pessoas compareceram aos postos de saúde para se imunizar. Deste total, 168.989 (32,38%) precisaram tomar a dose, as demais já estavam com o esquema vacinal completo.

A primeira fase da Campanha terminou, mas as doses da vacina continuam disponíveis nos postos de saúde com uma novidade: este ano, de acordo com o novo Calendário Nacional de Vacinação, a tríplice viral, vacina que previne contra o sarampo, a caxumba e a rubéola, passa a ser aplicada em adultos com até 59 anos de idade, antes o público-alvo era até 49 anos.
A gerente de imunização da Secretaria de Saúde de Santa Catarina, Lia Quaresma Coimbra, esclarece que, a mudança é uma determinação do Ministério da Saúde para ampliação da imunização da população.

Quem deve se vacinar
Bebês com seis meses de idade devem tomar a dose zero da vacina; pessoas com idade entre um e 29 anos devem comprovar duas doses ao longo da vida; e adultos com 30 e 59 anos precisam comprovar apenas uma dose. Quem comprova as doses, de acordo com a sua faixa etária, não precisa repetir a vacina.

Sarampo em SC
Em 2020, até o dia 7 de março, Santa Catarina confirmou 82 casos de sarampo em 12 municípios, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de SC. Outros 66 casos ainda permanecem em investigação e/ou reteste, conforme protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde (MS).

Os 82 casos confirmados no ano de 2020 estão distribuídos nos municípios de Florianópolis (44), Joinville (19), Porto União (6), Jaraguá do Sul (2), Schoreder (2), Blumenau (2), São José (2), Guaramirim (1), Três Barras (1), Videira (1), Maravilha (1) e Itá (1).

Sobre a doença
O sarampo é uma doença viral, extremamente contagiosa. O vírus se espalha facilmente pelo ar através da respiração, tosse ou espirros e pode ficar até duas horas no ambiente. Uma pessoa com sarampo pode transmitir a doença para uma média de 12 a 18 pessoas que nunca foram expostas ao vírus anteriormente ou que não tenham se vacinado. A única forma de se prevenir é com a vacinação.

Os principais sintomas do sarampo são: febre, tosse, coriza, aparecimento de manchas vermelhas no corpo e olhos avermelhados. “A pessoa que apresenta esses sintomas deve procurar o serviço de saúde com a máxima urgência. O sarampo pode causar complicações à saúde e, em casos mais graves, levar à morte”, esclarece Alda Rodolfo da Silva, enfermeira responsável pelo setor de imunopreveníveis da DIVE.

 

Figura 1:  Resultado campanha de sarampo, Santa Catarina, 2020

Saiba mais: http://www.dive.sc.gov.br/sarampo/index.html


Topo